About Me

Minha foto
Fortaleza, Ceará, Brazil
Apenas uma alma perdida nadando em um aquário, ano após ano, correndo sobre o mesmo velho chão... O que tenho encontrado? Os mesmos velhos medos...

Spotless Mind

Sim. Antes que você me pergunte se o titulo do post tem algo a ver com o filme. O post tem algo a ver? Talvez. Pra ser sincero ainda não vi o filme por completo. Mas o que gerou esse título foi pensar sobre essa frase. E o que a frase me fez lembrar...

Não sei nem direito o que falar então fica na tua ¬¬, mas gostaria de jogar pensamentos aleatórios e se vocês não entenderem agora fodam-se, nem ligo, talvez dê margem a entender o que eu venha a fazer.

Ta tão confuso né? Vou tentar recomeçar.

Uma grande amiga (a qual conversei hoje) me fez relembrar de uma antiga filosofia minha, que por uns tempos até tinha esquecido. E é impressionante como ela me serve perfeitamente hoje. Tudo bem, é melhor explicar primeiro a filosofia. esse cara acha que é alguma coisa pra andar cheio das filosofias...Bem, por mais que valorize amizades ao extremo, sempre tive a visão de que as pessoas esquecem das outras. E que, por mais que seja forte o laço que você tem por alguém, um dia ele quebra.
Meio triste né? E isso até impediu que eu tivesse ligações muito fortes... isso e o fato de guardar problemas no fundo de minha carapaça. Bem, e é onde quero chegar. Hoje vejo perfeitamente isso acontecendo.
Você acha que pessoas vêm pra ficar na sua vida, e, algum tempo depois, as vê totalmente desligadas de sua realidade. E é onde entra o título. Mente sem Lembranças... Será que as pessoas simplesmente esquecem? Será que naquele momento pré sono, ao encostar a cabeça no travesseiro, quando as lembranças do dia e da vida passam, como em um piscar de olhos, pela mente, será que elas lembram de você? Das alegrias, brincadeiras, piadas, brigas (porque não). Será que nesse momento...
Não vou dizer que sou superior. Talvez alguém pense isso a meu respeito (o que eu duvido muito, mas quem sabe), mas a dor do esquecimento é bem forte. Um trecho na música do Skank me faz lembrar justamente sobre isso: "E quando eu estiver morto, suplico que não me mate... Dentro de ti..."
E o que me passa pela cabeça é: “Quanto tempo mais me resta para que os que estão ao meu redor me esqueçam completamente?”. Por isso passei tanto tempo sem lembrar dessa filosofia... Realmente acredito nela, e por acreditar tenho medo. Medo que se repita. Quanto mais medo, maior hesitação.
E como eu odeio hesitar.
E como eu odeio ter medo.
Minhas melhores fases foram as que eu quebrei esses medos e hesitações. “Mas... sou eu né?”* eles acabam por me seguir e perseguir... parecem sempre ser mais fortes.
De fato são...
Como você sabe o quão é importante? O que fazer pra ser inesquecível? Sinceramente não sei. E provavelmente nunca vou saber. Quando mais me esforcei pra ser, falhei miseravelmente. Então vou em busca de histórias. Talvez possa aprender com os outros.

O que acho triste é que muitos se tornam de fato inesquecíveis, sem o devido merecimento.

Acho que Alice me entenderia...
__________________________________________________________

Como não escrevi nenhum conto, vou ao menos deixar a letra de uma música que gosto, original seguida da tradução. Sem vídeos, pois o estilo pode agradar a uns e a outros não, então deixem a imaginação agir apenas em cima da letra. cya.



Victim Of Changes
Judas Priest

Whiskey woman don't you know that you are drivin' me insane
The liquor you give stems your will to live and gets right to my
brain
Don't you know you're driving me insane
You're tryin' to find your way through life
You're tryin' to get some new direction
Another woman got her man
She won't find no new connection

Takes another drink or two, things look better when she's
through

Takes another look around, you're not goin' anywhere
You've realized you're gettin' old and no one seems to care
You're tryin' to find your way again
You're tryin' to find some new...
Another woman's got her man
But she won't find a new...

Takes another drink or two, things look better when she's
through

You 'bin foolin' with some hot guy
I want to know why is it why
Get up get out you know you really blew it
I've had enough, I've had enough, good God pluck me

Once she was wonderful
Once she was fine
Once she was beautiful
Once she was mine...she was mine

Now change has come over her body, she doesn't see me anymore
Now change has come over her body, she doesn't see me anymore

Changes, changes, changes, changes
Victim of changes


Vítima das Mudanças:

Moça do uísque
Você não sabe que você está me deixando louco?
O licor que você oferece sustenta sua vontade de viver
E vai direto para o meu cérebro
Você não sabe que você está me deixando louco?
Você está tentando achar seu caminho na vida
Você está tentando achar alguma nova direção
Outra mulher conquista seu homem
Ela não encontrará nenhuma nova conexão

Aceite mais um drinque ou dois
As coisas parecem melhores
Quando ela está inebriada

Dê mais uma olhada em volta
Você não vai a lugar algum
Você percebe que está ficando velho
E ninguém parece se importar
Você está tentando retomar seu caminho
Tentando achar algum novo...
Outra mulher conquista seu homem
Mas ela não achará um novo...

Aceite mais um drinque ou dois
As coisas parecem melhores
Quando ela está inebriada

Você tem tido aventuras com algum garotão
Eu quero saber o por que disso, por quê?
Levante-se, vá embora
Você sabe que estragou tudo
Pra mim basta, pra mim basta
Bom Deus, dê-me coragem

Ela já foi maravilhosa
Ela já foi minha
Ela já foi linda
Ela já foi minha... ela era minha

Agora a mudança caiu sobre o corpo dela
Ela não me enxerga mais
Agora a mudança caiu sobre o corpo dela
Ela não me enxerga mais

Mudanças, mudanças, mudanças, mudanças
Vítima das mudanças

8 Comments:

  1. Arthur said...
    É a boa e velha história das 'duas mortes' né?

    Enfim, pensando de modo racional, têm pessoas que a gente pode se tranquilizar de que NÃO vão esquecer da gente. =P Deve ser difícil acreditar nisso, talvez seja assim que a tua baixa auto-estima trabalhe... mas pra mim é fato.

    Eu pelo menos consigo imaginar certas pessoas que passaram pela minha vida que daqui há uns quarenta anos vão se lembrar daquele menino desastrado, com cabelo bagunçado e que gostava de pokémon. xD E o mesmo acho de você, o garoto loirinho, magrinho pra caralho e de bom papo nunca vai ser esquecido por todos. ^^ Repito que nem falo isso como algo reconfortante, falo puramente por achar que é fato. =P

    Pra ser bem sincero, nem certos amores que não deram certo são esquecidos... A memória sempre tá lá, pra reconfortar mas também pra culpar.

    E parece mesmo que é de prache essa visita 'dela' antes que o sono nos visite, e se ele demorar quem acaba nos fazendo companhia é ela. All night long. D:
    Anônimo said...
    Poise nini...
    Sempre me pergunto isso sabe..
    Mas acho que as pessoas..mudam...as vezes nem mudam mas seguem caminhos diferentes...mas acho que no fundo..quando a gente tá com nossos 30..40 anos..a gente sente saudade daqueles amigos..e de conversar besteiras com eles..e deseja que eles nunca tivessem se afastado dessa maneira..então o que se mode fazer neh? Apenas tentar manter o vinculo...Familia se afastar eh dificil..por mais que as pessoas mudem..se mudem e tudo mais..porque mantém o vinculo que o nome "familia" tras..e assim independente das brigas muitas vezes passam a vida toda tendo momentos felizes juntos...então porque não tomar os amigos como um tipo de familia sabe?

    Manu Meneses
    Betina Monteiro* said...
    Ah nossa, esse texto traduz muito do que eu tenho pensado ultimamente, talvez seja mesmo assim, a gente vai esquecendo uns dos outros e isso é triste :/
    Eu gostei bastante do seu blog, parabéns, eu estou seguindo-te agora, me segue tbm? *-*
    http://seriaeuessa.blogspot.com/
    Abrçs e até a próxima (:
    William said...
    hmm, como sempre me indentifiquei, penso algo semelhante mas realmente n consigo ligar tanto, n entendo direito pq, mas sinceramente, sempre meio q me senti capaz de uma hora para a outra apagar alguem da minha vida sem me sentir nem um pouco mal.
    Acho q no fundo evito me aproximar tanto das pessoas, criar vinculos, depender de alguem, talvez só tenha uma vez q eu tenha criado realmente algum vinculo com outra pessoa...

    talvez o fato de ter passado a maior parte da minha vida me mudando, conhecendo pessoas das quais eu iria dizer adeus apenas 4, 6 meses depois(q eu sabia q nunca mais ia sequer falar com elas) tenha me acostumado mal, mas realmente, tenho um certo medo de fincar raizes, de ficar preso a outra pessoa, tenho medo.

    e nichollas, ainda to esperando mais textos da Alice XD
    Nichollas Fonseca said...
    Pensamentos parecidos né caro Bill?

    Poisé, Alice mesmo acho que vai demorar, mas a respeito da história em sim, vem em seguida... Aguarde cenas dos próximos capítulos ;D
    Yunie said...
    Infelizmente é muito difícil se torna inesquecível, por mais coisas boas que se faça, por que, com apenas 1 erro, muitas vezes todos os acertos são apagados, é simplesmente o natural do ser humano, por isso o 'aprender a perdoar' e coisas assim, mas não é muito facil... eu prefiro acreditar que após uma certa convivencia você deixa um certo pedaço de você nas pessoas, o négocio é se esforçar pra esses pedaços serem bons, e serem lembrados 'para sempre'.
    Soul. said...
    "Como você sabe o quão é importante? O que fazer pra ser inesquecível? Sinceramente não sei. E provavelmente nunca vou saber"
    Fico me perguntando sobre 'o que fazer para ser inesquecível'. a resposta a qual eu sempre cheguei foi: seja você sem medo do que vão pensar afinal, melhor ser esquecivel sendo você do que ser inesquecivel não sendo. Se você se entregar às amizades e relações sem um medo maior do que vão pensar de você, tem uma chance bem maior de ser marcante, pois será VOCÊ.
    Não adianta muito ser inesquecivel mudando algumas formas de agir (experiência própria).. se você tiver de ser inesquecivel para uma pessoa, você será. Pessoas vêm e vão, mas cada uma, por menos tempo e menor intensidade q seja, faz uma marquinha dentro de você.

    enfim.. acho q tá td meio perdido.. mas soh soltei o q queria dizer (mesmo q ninguem queira saber).
    Anônimo said...
    Aloka

Post a Comment




 

K2 Modify 2007 | Use it. But don't abuse it.